Infecção Urinária na Gravidez

A infecção do trato urinário na gravidez é uma das principais causas de hospitalização durante a gravidez podendo se manifestar sob três formas: bacteriúria assintomática, cistite (infecção na bexiga) e  pielonefrite (infecção nos rins).

Grávidas com bacteriúria assintomática amiúde não apresentam sintomas (daí o nome assintomática) e esta alteração é diagnosticada através da urocultura que revela o crescimento de colônias de bactérias.

Gestantes com cistite usualmente queixam-se de aumento da freqência urinária e de sensação de dor ou desconforto ao urinar. A urocultura é importante nesses casos para isolar o microrganismo causador da infecção e ajustar o esquema do antibiótico.

Aquelas com infeção do trato urinário superior ou pielonefrite apresentam geralmente febre com calafrios, náusea, vômitos, prostração e dor intensa na região lombar. Nestes casos usualmente a internação está indicada para a administração de fluidos e antibióticos por um acesso venoso.

É importante ter em mente que a gravidez ocasiona um status de imunossupressão como aquele encontrado nos extremos de vida ou em pacientes que utilizam imunossupressores. Por este motivo a gestante pode evoluir com quadro avançado de infecção sem que apresente febre. Existe uma relação direta entre infecção urinária e trabalho de parto prematuro, restrição do crescimento fetal e redução do líquido amniótico entre outras complicações.

A avaliação ultrassonográfica do aparelho urinário é um método seguro tanto para a grávida quanto para o bebê já que não emite radiação ionizante e oferece informações valiosas que juntamente com o quadro clínico e demais exames podem avaliar tanto a extensão quanta a gravidade da infecção.

Fonte:

Duff, Patrick. Pyelonephritis in pregnancy. Clin Obs & Gynecol. 1984; 27: 17-31.

Mazor-Dray, Efrat, Levy, Amelia, Schlaeffer, Eval. Maternal urinary tract infection: Is it independently associated with adverse pregnancy outcome? Jour of Maternal. 2009; 2: 124-28.

Jolley, Jennifer A, Wing, Deborah A. Pyelonephritis in pregnancy: an update on treatment options for optimal outcomes. Drugs. 2010; 70:1643-55.